CONSTRUINDO RELAÇÕES ÉTICA E SOLIDÁRIA ENTRE O CAMPO E CIDADE

Minha foto
A Rede Bragantina de Economia Solidária Artes & Sabores é constituída por 15 (quinze) empreendimentos associativos, atuantes em quatros municípios do Território Nordeste Paraense. Essa Rede tem como entidade de apoio e fomento, a Escola de Formação Para Jovens Agricultores de Comunidades Rurais Amazônicas - ECRAMA e o Centro de Estudos e Defesa do Negro do Pará – CEDENPA, que desenvolvem atividades de educação formal profissionalizante, educação não formal e continuada quanto ao Direitos Humanos, Econômicos, Sociais, Culturais e Ambientais. Esta organização trabalha com princípios e práticas da Economia Solidária, tendo como objetivo: DESENVOLVER E FOMENTAR AÇÕES COLETIVAS DE PRODUÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E CONSUMO CONSCIENTE, COM HOMENS E MULHERES DO CAMPO E DA CIDADE, VALORIZANDO OS SABERES E A CULTURA DOS POVOS DO BIOMA AMAZÔNICO.

SEGUIDORES

domingo, 18 de março de 2018

8º FÓRUM MUNDIAL DA ÁGUA – 18 À 23 EM BRASILIA

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

Até a próxima sexta-feira (23), o Brasil está sediando o maior evento global sobre questões hídricas: o 8º Fórum Mundial da Água. O evento foi construído de forma participativa desde o encerramento da sétima edição, na Coreia do Sul, em 2015. Cerca de 1500 instituições de cerca de 100 países participaram desse processo preparatório com expressiva participação social, um marco na história do Fórum.
O Fórum reúne em Brasília representantes de mais de 170 países – cientistas, governantes, parlamentares, juízes, pessoas engajadas, ONGs, pesquisadores e cidadãos comuns – para trocar experiências, analisar
problemas e buscar soluções relacionadas ao uso consciente da água em todo o planeta.
O Fórum Mundial da Água busca trazer, acima de tudo, educação e consciência ambiental. Levar a água para a agenda do cidadão comum. A pretensão é que o Fórum transforme a discussão política sobre a água, que eleve a preocupação com o tema. Para isso, é necessário que todos os setores da sociedade se engajem e participem do evento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DESMATAMENTO NA BACIA DO XINGU DOBRA ENTRE MARÇO E ABRIL

A área desmatada na floresta amazônica que cerca a bacia do Rio Xingu  chegou a 12.342 hectares apenas em abril. O número é mais que o dob...