CONSTRUINDO RELAÇÕES ÉTICA E SOLIDÁRIA ENTRE O CAMPO E CIDADE

Minha foto
A Rede Bragantina de Economia Solidária Artes & Sabores é constituída por 15 (quinze) empreendimentos associativos, atuantes em quatros municípios do Território Nordeste Paraense. Essa Rede tem como entidade de apoio e fomento, a Escola de Formação Para Jovens Agricultores de Comunidades Rurais Amazônicas - ECRAMA e o Centro de Estudos e Defesa do Negro do Pará – CEDENPA, que desenvolvem atividades de educação formal profissionalizante, educação não formal e continuada quanto ao Direitos Humanos, Econômicos, Sociais, Culturais e Ambientais. Esta organização trabalha com princípios e práticas da Economia Solidária, tendo como objetivo: DESENVOLVER E FOMENTAR AÇÕES COLETIVAS DE PRODUÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E CONSUMO CONSCIENTE, COM HOMENS E MULHERES DO CAMPO E DA CIDADE, VALORIZANDO OS SABERES E A CULTURA DOS POVOS DO BIOMA AMAZÔNICO.

SEGUIDORES

domingo, 26 de março de 2017

ASSEMBLEIA NA COOMAR

Neste domingo 28 de março, a cooperativa COOMAR realiza a sua primeira assembleia extraordinária deste ano de 2017. Participaram da assembleia 31 cooperados efetivos, e na oportunidade foi aprovado o ingresso de mais outros 8 sócios cooperados, entre eles 3 agricultoras, depois que terminaram o período de seis meses de experiência e quitaram as quotas parte.
Após apresentação da prestação de conta deste primeiros 2 meses do ano, foram discutidos entre os cooperados outros assuntos, entre eles: novas regras para gestão interna do Micro Credito Rotativo Solidário do momento que o valor destinado a financiamento dos cooperados passou de 500,00 para 1.000,00; PNAE; Projeto Frutos da Floresta, financiado pelo BNDES e com entidade aglutinadora o IMS / UBEE, que prevê ações junto a cooperativa e 10 associações membro da Rede Bragantina; NATURA, valores e forma de entrega de muru muru.
A assembleia encerrou-se com as palavras de agradecimentos do presidente, Sr. Antonio Vrancineis, a todos os cooperados e familiares presentes; em seguida foi servido o almoço para todos os presentes




Participantes da Assembleia COOMAR 

Apresentação de novos cooperados na Assembleia COOMAR

sábado, 25 de março de 2017

CONSTRUINDO CONHECIMENTOS AGROECOLOGICOS

Partilhamos nossas vivencias no primeiro modulo da semana em que iniciamos o II curso Agroecologia e Cidadania organizado pela escola ECRAMA, com apoio da MISEREOR e CEI.
Destacamos a presença de 45% de mulheres, lideranças de comunidades e movimentos sociais do campo, que dialogando entre si e com a equipe de educadores, sobre a propriedade e o ambiente onde moram e trabalham. Os desafios, e as fortalezas de sermos protagonistas da alimentação saudável.
Entre atividades prática e teórica, o passeio pedagógico realizado no ambiente da escola ECRAMA, convidou a todos e todas a “leitura” dos agroecossistemas onde vivem e trabalham. Em seguida da elaboração individual do desenho do lote, cuja apresentação, trouxe palavras chaves para iniciar o debate sobre a Agroecologia: diversificação; mutirão, grupo de mulheres que trabalham com ervas, relação de trabalho urbano e rural, queimada, rios que secam no verão, poluição, terreno baixo, terreno com pedra, mão de obra familiar, comercialização, relação com gestores nos municípios, etc.
A professora Tatiana Sá, da Embrapa Amazônia Oriental e coordenadora do Núcleo Puxirum Agroecológico, trabalhou esses saberes para abordar sobre os princípios e as dimensões da Agroecologia e a importância da agricultura familiar.
Com a apresentação dos vídeos 1 e 2 do “O veneno tá mesa,” debatemos sobre nosso compromisso para construir a Agroecologia, na contramão do modelo de produção do Agronegócio, que tem causado, entre outros, danos ambientais irrecuperáveis, concentração da terra, perda da biodiversidade, desemprego no campo.
Como atividade prática desta semana, trabalhamos o manejo de biomassa em área sem queima, para produção de alimentos, compostagem, cultivos de hortaliças no período chuvoso e identificação de espécies para adubação verde.
A Mística, foi organizada pelas equipes, que vivenciaram a cooperação para cuidar uns do outro e da outra, do ambiente da escola, e da nossa Casa Comum – Mãe Terra. Neste sentido, nosso referencial foi a temática da Campanha da Fraternidade 2017. Biomas Brasileiros em Defesa da Vida: Cultivar e guardar a criação (Gn 2,15). Finalizamos a Mística e Espiritualidade da semana, com a reflexão sobre as datas significativas do mês de março: dia Internacional da Mulher, e de combate ao Racismo.

Retornamos para vivenciar o aprendizado com os familiares, no Tempo Família Comunidade, animados por uma belíssima noite cultural.

Foto ECRAMA - Manejo de biomassa em área sem queima

Foto ECRAMA - Partilha de saberes dos lotes e vivencias das agricultoras 

Foto ECRAMA - Preparação da compostagem orgânica 

Foto ECRAMA - Mistica e Espiritualidade 


sexta-feira, 24 de março de 2017

CURSO TÉCNICO EM AGROINDUSTRIALIZAÇÃO

Nesta sexta-feira, 24 de março 2017, os 5 jovens da associação ATAVIDA e cooperativa COOMAR, apresentam o trabalho de conclusão do curso cujo os mesmos participaram, JUVENTUDE RURAL, projeto de formação técnica e profissional em agroindustrialização. O evento foi realizado no IFPA campus Castanhal onde, desde o início do 2016, cerca de 50 jovens, em representança de associações e cooperativas instaladas no Território Nordeste Paraense e baixo Tocantins, participam deste curso que tem como objetivo principal capacitar jovens para atuarem nos próprios empreendimentos, na área de transformação dos produtos da Agricultura Familiar.

Os jovens Nilton, Messias, John Lenon, Deyse e Izeunice apresentando o trabalho 


Presidente da COOMAR Vrancinei e Vicente assessor da Rede Bragantina, junto aos 5 jovens

segunda-feira, 20 de março de 2017

I MODULO CURSO AGROECOLOGIA E CIDADANIA

Nesta segunda feira, dia 20 de março de 2017, a escola ECRAMA iniciou as atividades da segunda turma do Curso de Agroecologia e Cidadania, o qual compõe uma das metas do projeto “Homens e Mulheres, Protagonistas da Educação e Desenvolvimento Local Sustentável”. O curso tem como objetivo principal capacitar jovens e adultos do campo como agentes de ATER, facilitadores do processo de Transição Agroecológica e Social Agroecológica para gestão de agroecossistemas nas propriedades familiares e em empreendimentos de economia solidária. Os participantes são estudantes, agricultores e professores, dos municípios de Santa Luzia do Pará, Cachoeira do Piriá, Visue, Capanema e Marapanim.
O curso está dividido em cinco módulos, os quais contarão com atividades teóricas e práticas, seguindo a pedagogia da alternância. Dessa forma, os alunos terão o tempo escola e o tempo comunidade para conhecer e desenvolver habilidades de manejo agroecológico junto as suas famílias. Neste primeiro módulo, que ocorrerá até o fim dessa semana, serão abordados os conceitos, princípios e dimensões da agroecologia e a importância da agricultura familiar.
 Apresentação dos participantes do curso Agroecologia e Cidadania
Foto: Josie Helen Ferreira


Momento da mística, leitura de texto.
Foto: Josiele Andrade

O primeiro dia foi dedicado

segunda-feira, 13 de março de 2017

FORMAÇÃO MEDIADORES DE LEITURA

Neste final de semana, 11 e 12 de março, a Escola ECRAMA, em parceria com a Rede Bragantina e as Irmaes Angélicas da Paroquia de Santa Luzia do Pará, realizam laboratório de mediação de leitura. A facilitadora Ana Cabral, voluntária da ONG Vagalume, destaca que a mediação de leitura é uma prática que possibilita a vivência da leitura em um ambiente prazeroso, promovendo o contato com o livro e suas narrativas e que é indicada para todas as idades. O objetivo principal desta formação, foi de capacitar catequistas para serem multiplicadores das crianças da infância missionária da Paroquia
SOBRE A VAGALUME



domingo, 5 de março de 2017

DIA SEM MULHER

Depois da Marcha, as mulheres marcam uma greve internacional para 8 de Março Mulheres de mais de 40 países organizam uma greve marcada para o Dia Internacional da Mulher. As organizadoras da Marcha das Mulheres, defendem um "novo movimento feminista" interseccional, que lute pelos mais desfavorecidos.

I MODULO CURSO AGROECOLOGIA E CIDADANIA 2019

De 18 a 22 de Março, a escola ECRAMA realizou o primeiro módulo do curso Agroecologia e Cidadania. Na IV edição deste curso, participam ...