CONSTRUINDO RELAÇÕES ÉTICA E SOLIDÁRIA ENTRE O CAMPO E CIDADE

Minha foto
A Rede Bragantina de Economia Solidária Artes & Sabores é constituída por 15 (quinze) empreendimentos associativos, atuantes em quatros municípios do Território Nordeste Paraense. Essa Rede tem como entidade de apoio e fomento, a Escola de Formação Para Jovens Agricultores de Comunidades Rurais Amazônicas - ECRAMA e o Centro de Estudos e Defesa do Negro do Pará – CEDENPA, que desenvolvem atividades de educação formal profissionalizante, educação não formal e continuada quanto ao Direitos Humanos, Econômicos, Sociais, Culturais e Ambientais. Esta organização trabalha com princípios e práticas da Economia Solidária, tendo como objetivo: DESENVOLVER E FOMENTAR AÇÕES COLETIVAS DE PRODUÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E CONSUMO CONSCIENTE, COM HOMENS E MULHERES DO CAMPO E DA CIDADE, VALORIZANDO OS SABERES E A CULTURA DOS POVOS DO BIOMA AMAZÔNICO.

SEGUIDORES

quinta-feira, 30 de junho de 2016

ASSINADO TERMO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA ENTRE IMS e EES DA REDE BRAGANTINA



Com a presença de 32 agricultores (as), e dois técnicos do Instituto Marista de Solidariedade – IMS, em reunião e debate sobre o projeto Frutos da Floresta, foi assinado o Termo de Cooperação Técnica, com objetivo de envolver 130 agricultores (as) familiares na implantação de Sistemas Agroflorestais e Agroecológicos, com vistas ao fortalecimento de produção, processamento e comercialização de produtos da fruticultura e da sociobiodiversidade.
Representando todos os Empreendimentos da Rede Bragantina no subprojeto Sistemas Agroflorestais e Agroindústria e Comercialização ficaram respectivamente a Associação Quilombola dos Agricultores Familiares da Pimenteira – AQUAFAP e Cooperativa COOMAR.

Este projeto



 

domingo, 19 de junho de 2016

COOPERATIVA COOMAR COMEMORA 20 ANOS

No mês de Julho a Cooperativa Mista dos Agricultores entre os Rios Caete e Gurupi - COOMAR estará comemorando 20 anos de fundação. 
Uma caminhada, de contribuição econômica e social de seus associados (as) para o desenvolvimento da Agricultura Familiar do município de Santa Luzia do Pará e do associativismo da região Nordeste Paraense.
Um momento de grande significado, que seus associados (as), querem partilhar com todos e todas que fizeram e fazem essa história acontecer.

A comemoração, e eleição da nova diretoria, acontecerá nos dia 02 e 03 de Julho, na sede da Cooperativa e na Escola ECRAMA 



domingo, 12 de junho de 2016

FEIRA DO PRODUTOR ORGÂNICO EM BELÉM


Neste mês de Junho 2016, a feira do produtor orgânico terá a seguinte programação:

Sábado 04 e 18 - Praça batista Campos – de 07 à 12 horas

Sábado 11 e 25 – Praça Brasil - de 07 à 12 horas

Todas as quartas feira na Praça Brasil - de 07 à 12 horas

Todos os sábados no Shopping Bosque Grão Pará - de 09 à 14 horas

VENHAM CONHECER E SABOREAR OS PRODUTOS COMERCIALIZADO DIRETAMENTE PELOS PRODUTORES ORGÂNICOS

Realização CPOrg-Pa

Parceria SECON/DEAP – Prefeitura de Belém

terça-feira, 7 de junho de 2016

SEGUNDO MODULO CURSO AGROECOLOGIA E CIDADANIA



Nesta segunda feira, dia 06 de Junho, iniciou o segundo modulo do curso Agroecologia e Cidadania na Escola ECRAMA com carga horaria de 56 horas. A curso é parte integrante do projeto “Homens e Mulheres, protagonistas da Educação e Desenvolvimento Local Sustentável”, fruto da parceria assinada entre a OSDB – ECRAMA e Misereor.

Entre os temas a serem abordados neste modulo destacamos, atividade pratica com manejo de solo e adubos orgânicos e manejo da biomassa para o plantio de feijão. A parte teórica de SAFs e criação de abelhas apis e melíponas, será ministrada pelos técnicos da EMATER Alan Pepes e Adriano da Paixão, respectivamente do escritório Santa Luzia e Bragança. Já a pesquisadora da EMBRAPA, Tatiana Deane de Abreu Sá, participará da apresentação do trabalho sistematizado e desenvolvido dos jovens participantes do curso no tempo família comunidade introdução, introduzindo também os princípios sobre transição agroecológica, provocando o debate a partir da experiência pratica de cada jovem agricultor. O modulo termina no domingo com visita em uma propriedade em transição agroecológica, e momento de lazer na comunidade quilombola de Jacarequara Município de Santa Luzia do Pará.      

domingo, 5 de junho de 2016

STF GARANTE ROTULAGEM DE QUALQUER TEOR DE TRANSGÊNICOS



Ministro rejeita recurso e mantém decisão obtida pelo Idec que exige informação no rótulo sobre uso de ingredientes geneticamente modificados, independentemente da quantidade 
O direito dos consumidores brasileiros à informação sobre transgênicos volta a prevalecer. Em decisão proferida no último dia 12 de Maio de 2016, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin manteve a decisão obtida pelo Idec e voltou a garantir a indicação no rótulo de alimentos que utilizam ingredientes geneticamente modificados, independentemente da quantidade presente.

FONTE: www.idec.org.br

I MODULO CURSO AGROECOLOGIA E CIDADANIA 2019

De 18 a 22 de Março, a escola ECRAMA realizou o primeiro módulo do curso Agroecologia e Cidadania. Na IV edição deste curso, participam ...