CONSTRUINDO RELAÇÕES ÉTICA E SOLIDÁRIA ENTRE O CAMPO E CIDADE

Minha foto
A Rede Bragantina de Economia Solidária Artes & Sabores é constituída por 15 (quinze) empreendimentos associativos, atuantes em quatros municípios do Território Nordeste Paraense. Essa Rede tem como entidade de apoio e fomento, a Escola de Formação Para Jovens Agricultores de Comunidades Rurais Amazônicas - ECRAMA e o Centro de Estudos e Defesa do Negro do Pará – CEDENPA, que desenvolvem atividades de educação formal profissionalizante, educação não formal e continuada quanto ao Direitos Humanos, Econômicos, Sociais, Culturais e Ambientais. Esta organização trabalha com princípios e práticas da Economia Solidária, tendo como objetivo: DESENVOLVER E FOMENTAR AÇÕES COLETIVAS DE PRODUÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E CONSUMO CONSCIENTE, COM HOMENS E MULHERES DO CAMPO E DA CIDADE, VALORIZANDO OS SABERES E A CULTURA DOS POVOS DO BIOMA AMAZÔNICO.

SEGUIDORES

domingo, 24 de julho de 2016

RODAS DE CONVERSA E CULTURA NA FEIRA DA ECONOMIA SOLIDÁRIA

Como momentos de formação e debate, para IV edição da Feira da Economia Solidária – FECOSOL e Amostra Cultural da Juventude do Campo e da Cidade – ACAJU, foram propostos temas que despertaram bastante interesse e debate para os integrantes dos empreendimentos participantes do evento.
No sábado a tarde, após a Feira da Agricultura Familiar, foi realizada a primeira roda de conversa, com tema: Análise de Conjuntura, desafios organizacionais. Como facilitadores,

MULHERES NEGRAS DE BELÉM ESTÃO EM MARCHA

Mulheres negras de Belém vão realizar uma marcha para marcar o Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha, celebrado em 25 de julho. A programação será iniciada às 16h, com uma roda de conversa e, após a marcha, haverá um batuque no Quilombo da República.
A concentração será na escadinha da Estação das Docas, com a roda de conversa sobre “Afetividade da mulher negra”. A marcha será iniciada às 18h e seguirá até a Praça da República, onde está o Quilombo da República e onde será realizado um batuque para encerrar a programação.
Essa é a primeira vez

sábado, 23 de julho de 2016

MISTICA NA IV EDIÇÃO DA FECOSOL E ACAJU

Os empreendimentos associativos da Rede Bragantina de Economia Solidária Artes & Sabores, abrem com a Mística, a IV edição da Feira de Economia Solidária.
Comensalidade significa comer e beber juntos ao redor da mesma mesa. Esta é uma das referências mais ancestrais da familiaridade humana pois aí se fazem e se refazem continuamente as relações que sustentam a família.
A comensalidade, que teria começado há sete milhões de ano, é tão central que está ligada à própria essência do ser humano enquanto humano.
Por isso, importa reservar tempos para a mesa em seu sentido pleno da comensalidade e da conversação livre e desinteressada. Ela é uma das fontes permanentes de refazimento da humanidade hoje globalmente anêmica.

Cada grupo / associação / cooperativa participante da Feira, preparou um prato e oferto-o para realização deste momento


INICIO DA IV FECOSOL <> ACAJU

Nesta sexta-feira, 22 de Julho, teve inicio a IV edição da Feira da Economia Solidária – FECOSOL e Amostra Cultural da Juventude do Campo e da Cidade – ACAJU. O tema escolhido para este ano é: EM REDE CUIDADANDO DA CASA COMUM, com Ética e Solidariedade: social, ambiental e cultural.
O evento é organizado pela Rede Bragantina de Economia Solidária Artes & Sabores, com apoio da Escola ECRAMA, CEDENPA, NUPIQ, EMATER e Empresários lacais.
Nos estandes da feira, produtos da Agricultura Familiar, artesanato e comidas regionais a venda. Vários Empreendimentos Solidários, presentes na Feira, dos municípios de: Santa Luzia do Pará, Capitão Poço, Viseu, Cachoeira do Piriá, Bragança e Belém.
Para animar a noite, música ao vivo, danças e apresentações teatrais, com artistas da terra. No sábado o evento continua com Feira de manhã e noite; seminário: Análise de Conjuntura, desafios organizacionais; a noite musica ao vivo com grupo IAÇA e bingo.

Em Santa Luzia, uma OUTRA ECONOMIA ACONTECE!!




quinta-feira, 21 de julho de 2016

MULHERES NEGRAS DE BELÉM ESTÃO EM MARCHA

Mulheres negras de Belém vão realizar uma marcha para marcar o Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha, celebrado em 25 de julho. A programação será iniciada às 16h, com uma roda de conversa e, após a marcha, haverá um batuque no Quilombo da República.
A concentração será na escadinha da Estação das Docas, com a roda de conversa sobre “Afetividade da mulher negra”. A marcha será iniciada às 18h e seguirá até a Praça da República, onde está o Quilombo da República e onde será realizado um batuque para encerrar a programação.
Essa é a primeira vez que uma marcha de mulheres negras será realizada em Belém. A intenção é de denunciar o aumento da morte e da violência contra as mulheres negras, o racismo institucionalizado, o genocídio da juventude negra e a violência policial.
Todas as pessoas aliadas na luta são bem-vindas!



Fonte: Grupo CEDENPA


terça-feira, 19 de julho de 2016

CURSO DE APICULTURA NA ECRAMA

Já estão abertas as inscrições para o curso de apicultura para abelhas com ferrão, a ser realizado nos dias 02 – 03 – 04 - 05 e ministrado na Escola ECRAMA, pelos técnicos da EMATER, Escritório Santa Luzia e Bragança. O curso terá como objetivos:
a  Ambiental: Estimular o cultivo e a conservação de espécies florestais frutíferas, não madeireiras e madeireiras, em propriedades de agricultura familiar

terça-feira, 12 de julho de 2016

PULVERIZAÇÃO AÉREA NAS LAVOURAS

Governo Federal normatiza as aplicações aéreas de produtos agrotóxicos. A partir de agora, a aplicação será permitida apenas para algumas culturas, cujo uso da aviação agrícola é essencial, preservando o máximo possível o período de visitação das abelhas.
A regulamentação foi publicada no Diário a Oficial da União (DOU) em Ato conjunto da Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA/Mapa) e o Ibama. O Mapa apoia fortemente a medida que visa proteger o Meio Ambiente,

domingo, 10 de julho de 2016

IV EDIÇÃO DA FECOSOL E ACAJU

Os Empreendimentos associativo e as entidades de promoção e apoio da Rede Bragantina de Economia Solidária Artes & Sabores, estarão realizando no período de 22 à 24 de Julho de 2016, em Santa Luzia do Pará, a IV Feira da Economia Solidária – FECOSOL e Amostra Cultural da Juventude do Campo e da Cidade – ACAJU. O tema proposta para este ano é: EM REDE CUIDADANDO DA CASA COMUM, com Ética e Solidariedade: social, política, ambiental e cultural

23ª FEICOOP E 12ª FEIRA LATINO-AMERICANA DE ECONOMIA SOLIDÁRIA

Hoje 10 de Julho, termina a programação da 23ª Feira Internacional do Cooperativismo  - FEICOOP e a 12ª Feira Latino-Americana de Economia Solidária, que iniciou suas atividades nesta sexta-feira, dia 8 de julho. A feira é organizada pelo projetoesperancacooesperanca e realizada no Centro de Referência em Economia Solidária Dom Ivo Lorscheiter, em Santa Maria/RS. A entrada é gratuita.

A FEICOOP é uma grande escola de organização, convivência, voluntariado e de formação dos Movimentos Sociais e da Economia Solidária. São 23 anos de construção coletiva e interativa. É um braço do Fórum Social Mundial, que constrói um “Outro Mundo Possível” e uma “Outra Economia que já Acontece”


segunda-feira, 4 de julho de 2016

COOPERATIVA COOMAR COMEMORA 20 ANOS DE CONQUISTAS E DESAFIOS

Agricultores e agricultoras familiares, associados (as), clientes e amigos da COOMAR, participaram nos dias 02 e 03 de julho da assembleia geral ordinária comemorando a vida de uma utopia que se transformou em realidade: Produzir, consumir e comercializar, em uma economia cooperativada e solidária.
Uma trajetória construída, entre os desafios da agricultura familiar, fragilizada pela forte presença do capital comercial, onde os agricultores adiantavam a produção pela “venda na folha” para manter o consumo da casa e do roçado. A cooperativa se estruturou nessa conjuntura, comprando a vista o produto dos sócios e não sócios, e estes compravam os gêneros de necessidade básica na cantina da cooperativa, criando uma forte visibilidade comercial. Com a maturidade de 20 anos, se prepara para traçar as estratégias dos desafios do presente: diminuição da produção de arroz, milho, feijão e farinha de mandioca. Entrada de produtos (murumuru, mel, polpa de frutas) e atores comerciais.
O caminho dessa nova economia deve continuar a acender o farol da esperança no município de Santa Luzia do Pará e no Território Nordeste Paraense

 Associados e familiares na assembleia dos dias 02 e 02 de Julho 2016

Nova Diretoria e Conselho Fiscal eleito

CALENDÁRIO FEIRA DO PRODUTOR ORGÂNICO EM JULHO

Também neste mês de Julho, período de férias para os demais, a Associação Pará Orgânico, divulga a programação da feira em Belém:
Sábado 02 e 16 - Praça Batista Campos – de 07 à 12 horas
Sábado 09 – 23 e 30 – Praça Brasil - de 07 à 12 horas
Nas quartas feira 06 – 13 – 20 – 27 - Praça Brasil - de 07 à 12 horas
Todos os sábados no Shopping Bosque Grão Pará - de 09 à 14 horas
VENDA DIRETA PRODUTOR PARA CONSUMIDOR
PRODUTOS ORGÂNICOS  

Realização: Associação Pará Orgânico

Parceria:  CPOrg/PA e SECON/DEAP – Prefeitura de Belém 

I MODULO CURSO AGROECOLOGIA E CIDADANIA 2019

De 18 a 22 de Março, a escola ECRAMA realizou o primeiro módulo do curso Agroecologia e Cidadania. Na IV edição deste curso, participam ...