CONSTRUINDO RELAÇÕES ÉTICA E SOLIDÁRIA ENTRE O CAMPO E CIDADE

Minha foto
A Rede Bragantina de Economia Solidária Artes & Sabores é constituída por 15 (quinze) empreendimentos associativos, atuantes em quatros municípios do Território Nordeste Paraense. Essa Rede tem como entidade de apoio e fomento, a Escola de Formação Para Jovens Agricultores de Comunidades Rurais Amazônicas - ECRAMA e o Centro de Estudos e Defesa do Negro do Pará – CEDENPA, que desenvolvem atividades de educação formal profissionalizante, educação não formal e continuada quanto ao Direitos Humanos, Econômicos, Sociais, Culturais e Ambientais. Esta organização trabalha com princípios e práticas da Economia Solidária, tendo como objetivo: DESENVOLVER E FOMENTAR AÇÕES COLETIVAS DE PRODUÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E CONSUMO CONSCIENTE, COM HOMENS E MULHERES DO CAMPO E DA CIDADE, VALORIZANDO OS SABERES E A CULTURA DOS POVOS DO BIOMA AMAZÔNICO.

SEGUIDORES

segunda-feira, 14 de julho de 2014

VALORIZANDO OS SABERES TRADICIONAIS: EXTRAÇÃO DE ÓLEOS PARA FINS MEDICINAIS



Nesta segunda feira, 14 de Julho foi assinado Termo de Parceria entre a OSCIP MORADIA E CIDADANIA – Pará e a OBRAS SOCIAIS DA DIOCESE DE BRAGANÇA, com objetivo de dinamizar as atividades de extração de óleos e produção de Fitoterápicos Artesanal do Grupo de Mulheres da Associação Campo Cidade Transformar, Agregar Valores e Vida – ATAVIDA, ampliando as práticas de produção de óleos extraídos para fins medicinais.
A oficina terá como facilitadora a doutora Teresinha de Jesus, e como publico beneficiário grupos de mulheres dos empreendimentos associativos integrantes da Rede Bragantina de Economia Solidária Artes & Sabores.  
A expectativa desses grupos de mulheres das comunidades tradicionais do Território Nordeste Paraense, é que através dessa capacitação, possam manipular um maior número de produtos, com mais qualidade, contribuindo para aumento da renda familiar. Da mesma forma a Rede Bragantina passa a ter um maior elenco de produtos fitoterápicos para oferecer nos ponto de comercialização: loja - ponto fixo da Economia Solidária e Feira do Produtor Orgânico


Estudos técnicos revelam que “os óleos essenciais exercem influência no corpo e na mente.
Funcionam como antibióticos naturais, prevenindo e tratando os mais variados sintomas. Cada óleo essencial possui em sua composição alguns componentes químicos, o que o torna indicado para diversos casos.” O potencial de plantas encontradas na Amazônia para extração de óleos, está restrito ao domínio de empresas que exploram para finalidade de cosmética. Entretanto, o saber das agricultoras de comunidades tradicionais, a extração de óleos, seja de origem animal ou vegetal é usado para fins terapêuticos.
No ato da assinatura do termo de parceria, estavam presente a equipe do Conselho Deliberativo da OSCIP Moradia e Cidadania – Coordenação do Pará, e representantes da Obras Sociais da Diocese de Bragança, entidade de apoio da rede Bragantina por meio do Centro CEDIAM / Escola ECRAMA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

I MODULO CURSO AGROECOLOGIA E CIDADANIA 2019

De 18 a 22 de Março, a escola ECRAMA realizou o primeiro módulo do curso Agroecologia e Cidadania. Na IV edição deste curso, participam ...