CONSTRUINDO RELAÇÕES ÉTICA E SOLIDÁRIA ENTRE O CAMPO E CIDADE

Minha foto
A Rede Bragantina de Economia Solidária Artes & Sabores é constituída por 15 (quinze) empreendimentos associativos, atuantes em quatros municípios do Território Nordeste Paraense. Essa Rede tem como entidade de apoio e fomento, a Escola de Formação Para Jovens Agricultores de Comunidades Rurais Amazônicas - ECRAMA e o Centro de Estudos e Defesa do Negro do Pará – CEDENPA, que desenvolvem atividades de educação formal profissionalizante, educação não formal e continuada quanto ao Direitos Humanos, Econômicos, Sociais, Culturais e Ambientais. Esta organização trabalha com princípios e práticas da Economia Solidária, tendo como objetivo: DESENVOLVER E FOMENTAR AÇÕES COLETIVAS DE PRODUÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E CONSUMO CONSCIENTE, COM HOMENS E MULHERES DO CAMPO E DA CIDADE, VALORIZANDO OS SABERES E A CULTURA DOS POVOS DO BIOMA AMAZÔNICO.

SEGUIDORES

domingo, 10 de setembro de 2017

A ESCOLA ECRAMA NO X CBA EM BRASILIA

A Escola ECRAMA, estará participando do X Congresso Brasileiro de Agroecologia – CBA, e VI Congresso Latino-americano de Agroecologia. Eventos que acontecem de 12 à 15 de setembro em Brasília. Representando a ECRAMA, a Engenheira Agrônoma Maria de Nazaré Reis Ghirardi - responsável técnica da escola, Antonio Nailton, estudante do curso Agroecologia e Cidadania, morador da comunidade Seringal; e Warlley Patrik, ex- aluno da ECRAMA, atualmente graduando da UFPa – Campus Bragança, morador da comunidade Camiranga, ambas do município de Cachoeira do Piriá.
Neste Congresso serão apresentados, pela escola ECRAMA; os seguintes trabalhos da prática pedagógica de educação do campo; e outro desenvolvido pelos estudantes das turmas 2015, 2016
- Curso Agroecologia e Cidadania: uma experiência de formação por alternância no Nordeste  Paraense, Brasil
- Manejo de biomassa para produção de alimentos orgânicos sem uso do fogo.
Dentre as atividades do X CBA,  se destaca a Feira de troca de semente crioula, que coloca a questão da Soberania e Segurança Alimentar. A escola ECRAMA e a Rede Bragantina de Economia Solidária estarão levando a essa Feira, 18 variedades de sementes de leguminosas, feijão caupi, milho, arroz, ervas tempero.
A participação da escola ECRAMA nesta X edição do CBA, é uma ação do projeto “Homens e Mulheres, protagonistas da educação e desenvolvimento local sustentável”, 2016 - 2017, do convenio firmado entre a MISEREOR e OSDB-ECRAMA, executado em parceria com organizações governamentais e movimentos sociais


Nenhum comentário:

Postar um comentário

I MODULO CURSO AGROECOLOGIA E CIDADANIA 2019

De 18 a 22 de Março, a escola ECRAMA realizou o primeiro módulo do curso Agroecologia e Cidadania. Na IV edição deste curso, participam ...