CONSTRUINDO RELAÇÕES ÉTICA E SOLIDÁRIA ENTRE O CAMPO E CIDADE

Minha foto
A Rede Bragantina de Economia Solidária Artes & Sabores é constituída por 15 (quinze) empreendimentos associativos, atuantes em quatros municípios do Território Nordeste Paraense. Essa Rede tem como entidade de apoio e fomento, a Escola de Formação Para Jovens Agricultores de Comunidades Rurais Amazônicas - ECRAMA e o Centro de Estudos e Defesa do Negro do Pará – CEDENPA, que desenvolvem atividades de educação formal profissionalizante, educação não formal e continuada quanto ao Direitos Humanos, Econômicos, Sociais, Culturais e Ambientais. Esta organização trabalha com princípios e práticas da Economia Solidária, tendo como objetivo: DESENVOLVER E FOMENTAR AÇÕES COLETIVAS DE PRODUÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E CONSUMO CONSCIENTE, COM HOMENS E MULHERES DO CAMPO E DA CIDADE, VALORIZANDO OS SABERES E A CULTURA DOS POVOS DO BIOMA AMAZÔNICO.

SEGUIDORES

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

REUNIÃO DA REDE BRAGANTINA NA COMUNIDADE PIMENTEIRA

A reunião do Conselho da Rede Bragantina, aconteceu nos dias 14 e 15 de outubro, na comunidade remanescente de quilombo da Pimenteira – município de Santa Luzia do Pará. contando com a presença de 60% dos empreendimentos da Rede Bragantina.  Nestes 2 dias de vivências e aprendizados coletivo, os conselheiros trouxeram as necessidades e desafios, sobre questões
Foto de grupo dos participantes da reunião da Rede Bragantina
ambientais (desmatamento, queimada, fazendeiro que usam agrotóxico causando poluição dos igarapés), e a grave ameaça da ferrovia do ”dragão da morte”. Como aspecto positivo, em duas comunidades estão finalizando a entrega das habitações do Programa Minha Casa Minha Vida. Do mesmo modo a comunidade da Narcisa que foi beneficiária do programa Cheque moradia. Conselheiro da Associação de Jacarequara, informa as associações quilombolas interessadas em apresentar projeto para o Fundo Dema, a Malungu está recebendo. Famílias das comunidades do município de Santa Luzia, estão vendendo produtos para o programa estadual PAA. Três mulheres participaram da Conferencia Regional de Igualdade Racial, no município de São Miguel do Guamá, nos dias 27 e 28 de setembro. Elas fizeram o relato da participação, onde destacaram, o debate sobre o racismo, inclusive institucional, a violência contra as mulheres.
Como atividade cultural foi apresentado o vídeo.

Os encaminhamentos dessa reunião, foram quanto a reforçar parceiras, para enfrentamento dos problemas ambientais, promover atividades nas comunidades, sobre Educação ambiental, com crianças e adolescentes. organizar uma agenda comum, para o dia nacional da consciência negra, 20 de novembro. O almoço solidário em sua sétima edição, promovido pelos empreendimentos, para formação do fundo de sustentação da Rede Bragantina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

I MODULO CURSO AGROECOLOGIA E CIDADANIA 2019

De 18 a 22 de Março, a escola ECRAMA realizou o primeiro módulo do curso Agroecologia e Cidadania. Na IV edição deste curso, participam ...