CONSTRUINDO RELAÇÕES ÉTICA E SOLIDÁRIA ENTRE O CAMPO E CIDADE

Minha foto
A Rede Bragantina de Economia Solidária Artes & Sabores é constituída por 15 (quinze) empreendimentos associativos, atuantes em quatros municípios do Território Nordeste Paraense. Essa Rede tem como entidade de apoio e fomento, a Escola de Formação Para Jovens Agricultores de Comunidades Rurais Amazônicas - ECRAMA e o Centro de Estudos e Defesa do Negro do Pará – CEDENPA, que desenvolvem atividades de educação formal profissionalizante, educação não formal e continuada quanto ao Direitos Humanos, Econômicos, Sociais, Culturais e Ambientais. Esta organização trabalha com princípios e práticas da Economia Solidária, tendo como objetivo: DESENVOLVER E FOMENTAR AÇÕES COLETIVAS DE PRODUÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E CONSUMO CONSCIENTE, COM HOMENS E MULHERES DO CAMPO E DA CIDADE, VALORIZANDO OS SABERES E A CULTURA DOS POVOS DO BIOMA AMAZÔNICO.

SEGUIDORES

terça-feira, 29 de agosto de 2017

APRESENTAÇÃO ESCOLA ECRAMA NO X CBA

Três representantes da Escola ECRAMA, estarão participando do X Congresso Brasileiro de Agroecologia - VI Congresso Latino-americano de Agroecologia, apresentando o trabalho:  Manejo de biomassa para produção de alimentos orgânicos sem uso do fogo 


Tema Gerador: Manejo em agroecossistemas e agricultura orgânica
Resumo: No ano de 2016 a Escola de Formação para Jovens Agricultores de Comunidades Rurais Amazônicas - ECRAMA através do projeto Homens e Mulheres, protagonistas da educação e desenvolvimento local sustentável ofereceu aos jovens egressos da ECRAMA o curso de Agroecologia e Cidadania. Teve como objetivo principal o plantio
do feijão sem o uso do fogo com a introdução de adubação verde e biofertilizantes como alternativas viáveis para os agricultores familiares, assim potencializando a manutenção da biodiversidade, da floresta, dos cursos d’água, sem o uso de produtos industrializados e a necessidade do uso de recursos externos como adubação química, agrotóxicos e mecanização. Após a colheita o feijão obteve-se os seguintes rendimentos: o feijão preto em uma área total de 90 m2 produziu 4Kg, o feijão manteiguinha em uma área total de 90 m2 produziu 8 kg e o feijão bidé em uma área total de 70 m2 produziu 7kg.
Palavras-Chave: Adubação orgânica; Biofertilizantes ; ECRAMA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

I MODULO CURSO AGROECOLOGIA E CIDADANIA 2019

De 18 a 22 de Março, a escola ECRAMA realizou o primeiro módulo do curso Agroecologia e Cidadania. Na IV edição deste curso, participam ...