CONSTRUINDO RELAÇÕES ÉTICA E SOLIDÁRIA ENTRE O CAMPO E CIDADE

Minha foto
A Rede Bragantina de Economia Solidária Artes & Sabores é constituída por 15 (quinze) empreendimentos associativos, atuantes em quatros municípios do Território Nordeste Paraense. Essa Rede tem como entidade de apoio e fomento, a Escola de Formação Para Jovens Agricultores de Comunidades Rurais Amazônicas - ECRAMA e o Centro de Estudos e Defesa do Negro do Pará – CEDENPA, que desenvolvem atividades de educação formal profissionalizante, educação não formal e continuada quanto ao Direitos Humanos, Econômicos, Sociais, Culturais e Ambientais. Esta organização trabalha com princípios e práticas da Economia Solidária, tendo como objetivo: DESENVOLVER E FOMENTAR AÇÕES COLETIVAS DE PRODUÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E CONSUMO CONSCIENTE, COM HOMENS E MULHERES DO CAMPO E DA CIDADE, VALORIZANDO OS SABERES E A CULTURA DOS POVOS DO BIOMA AMAZÔNICO.

SEGUIDORES

sábado, 14 de junho de 2014

REUNIÃO INTEGRANTES REDE BRAGANTINA

Nesta sexta feira, 13 de Junho, aconteceu mais uma reunião dos empreendimentos associativos da Rede Bragantina de Economia Solidária Artes & Sabores. Participaram mais de 20 pessoas, representando 5 associações além das entidades de apoio. Foi feita uma explanação das atividades em andamento, de como a Rede participou do Edital Rede Ecoforte, juntamente a Caritas Brasileira. Entre os encaminhamentos: > participação de um representante da Rede Bragantina, na Conferencia Estadual de Economia Solidária > foi marcada uma próxima reunião, convidando um representante de cada associação envolvidas no Projeto Semente Solidária. para discutir conjuntamente a operacionalização do mesmo. Está atividade terá o apoio do Banco da Amazônia, tendo como objetivo: Desenvolver e apoiar processo de ações educativas e culturais com crianças em situação de risco social no Bairro Novo da periferia da cidade de Santa Luzia do Pará e com os grupos culturais organizados com crianças e jovens, nas comunidades remanescentes de quilombo da Pimenteira, Tipitinga e Narcisa. São ações focadas na arte-educação-cultura, por meio de processos de aprendizagem da expressão corporal, da autoestima, da valorização e cuidado com meio ambiente, e com a saúde, que sejam vivenciadas, e expressas no cotidiano das famílias e comunidades envolvidas. Elementos que possam contribuir para a construção de indicadores de sustentabilidade sócio cultural da Economia Solidária

Nenhum comentário:

Postar um comentário

I MODULO CURSO AGROECOLOGIA E CIDADANIA 2019

De 18 a 22 de Março, a escola ECRAMA realizou o primeiro módulo do curso Agroecologia e Cidadania. Na IV edição deste curso, participam ...