CONSTRUINDO RELAÇÕES ÉTICA E SOLIDÁRIA ENTRE O CAMPO E CIDADE

Minha foto
A Rede Bragantina de Economia Solidária Artes & Sabores é constituída por 15 (quinze) empreendimentos associativos, atuantes em quatros municípios do Território Nordeste Paraense. Essa Rede tem como entidade de apoio e fomento, a Escola de Formação Para Jovens Agricultores de Comunidades Rurais Amazônicas - ECRAMA e o Centro de Estudos e Defesa do Negro do Pará – CEDENPA, que desenvolvem atividades de educação formal profissionalizante, educação não formal e continuada quanto ao Direitos Humanos, Econômicos, Sociais, Culturais e Ambientais. Esta organização trabalha com princípios e práticas da Economia Solidária, tendo como objetivo: DESENVOLVER E FOMENTAR AÇÕES COLETIVAS DE PRODUÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E CONSUMO CONSCIENTE, COM HOMENS E MULHERES DO CAMPO E DA CIDADE, VALORIZANDO OS SABERES E A CULTURA DOS POVOS DO BIOMA AMAZÔNICO.

SEGUIDORES

domingo, 22 de janeiro de 2017

ASSEMBLEIA DA COOPERATIVA COOMAR

A Assembleia geral ordinária, da Cooperativa Mista dos Agricultores entre os Rios Caete e Gurupi – COOMAR, aconteceu nos dias 21 e 22. Na oportunidade foi debatida e aprovada a prestação de contas do exercício 2016, e a destinação das sobras, quanto a retorno aos cooperados, e futuros investimentos.
No planejamento estratégico para 2017, foi priorizada a discussão sobre a gestão do Micro Credito Solidário, mecanismo de financiamento interno da cooperativa, como incentivo aos próprios cooperados para melhorar a produção agricola.
Os cooperados presentes, trataram também da articulação com todos os empreendimentos da Rede Bragantina, para organizar a compra de produtos da agricultura familiar, com vistas
Momento da Assembleia Gral Ordinária da COOMAR 

 Aprovação balanço anual da COOMAR


Participantes Assembleia Geral Ordinária da cooperativa COOMAR

ao fornecimento para o Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE no município.  Na oportunidade o prefeito de Santa Luzia do Pará, senhor Edno Alves, atendendo ao convite da COOMAR, esteve presente, e reafirmou o compromisso de parceria com a Cooperativa, para compra de produtos para a alimentação nas escolas do município.
Em seguida foi discutido sobre a relação de parceria comercial com a empresa NATURA, tendo em vista o fornecimento de amêndoa de murumuru para o ano de 2017.
Foi explicado para todos os sócios, o andamento do projeto “Frutos da Floresta” que prevê ações que irão beneficiar a cooperativa, com a instalação de uma fábrica para o beneficiamento de frutas, bem como ações que tem como objetivo principal a recuperação de terra degradada em 10 comunidade da região.

Parabéns a todos (as), cooperados (as), consumidores (as) que Rede e Solidariedade estão construindo com a Cooperativa COOMAR, OUTRA ECONOMIA, em Santa Luzia do Pará, e no Território Nordeste Paraense!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DESMATAMENTO NA BACIA DO XINGU DOBRA ENTRE MARÇO E ABRIL

A área desmatada na floresta amazônica que cerca a bacia do Rio Xingu  chegou a 12.342 hectares apenas em abril. O número é mais que o dob...