CONSTRUINDO RELAÇÕES ÉTICA E SOLIDÁRIA ENTRE O CAMPO E CIDADE

Minha foto
A Rede Bragantina de Economia Solidária Artes & Sabores é constituída por 15 (quinze) empreendimentos associativos, atuantes em quatros municípios do Território Nordeste Paraense. Essa Rede tem como entidade de apoio e fomento, a Escola de Formação Para Jovens Agricultores de Comunidades Rurais Amazônicas - ECRAMA e o Centro de Estudos e Defesa do Negro do Pará – CEDENPA, que desenvolvem atividades de educação formal profissionalizante, educação não formal e continuada quanto ao Direitos Humanos, Econômicos, Sociais, Culturais e Ambientais. Esta organização trabalha com princípios e práticas da Economia Solidária, tendo como objetivo: DESENVOLVER E FOMENTAR AÇÕES COLETIVAS DE PRODUÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E CONSUMO CONSCIENTE, COM HOMENS E MULHERES DO CAMPO E DA CIDADE, VALORIZANDO OS SABERES E A CULTURA DOS POVOS DO BIOMA AMAZÔNICO.

SEGUIDORES

domingo, 27 de março de 2016

Prêmio Consulado da Mulher de Empreendedorismo Feminino abre seleção para projetos de todo o Brasil



Em sua quarta edição, iniciativa busca empreendimentos liderados por mulheres em situação de vulnerabilidade social

De 8 de março a 10 de abril, o Consulado da Mulher, ação social da marca Consul, abre inscrições para a quarta edição do Prêmio Consulado da Mulher de Empreendedorismo Feminino. A iniciativa concederá à dez empreendimentos assessoria gratuita por 2 anos, eletrodomésticos Consul - conforme necessidade do projeto - e R$ 10 mil para uso exclusivo na infraestrutura do negócio.

Para participar os empreendimentos devem atender aos seguintes critérios:



trabalho em rede; atuação no segmento de alimentação; liderança feminina, trabalho sustentável; parceria com entidades sem fins lucrativos e renda per capita igual ou inferior a um salário mínimo mensal.

As inscrições poderão ser realizadas no site www.consuladodamulher.org.br/premioconsuladodamulher. O formulário deverá ser preenchido online.

“Celebramos o Dia Internacional da Mulher lançando a quarta edição de um prêmio que tem como objetivo o fortalecimento do empreendedorismo popular feminino. Com isso, oferecemos oportunidades a todas as mulheres que sonham em prosperar e melhorar o dia a dia de sua família e comunidade”, afirma Leda Böger, diretora-executiva do Instituto Consulado da Mulher.

O processo seletivo acontecerá em três etapas:

       Na primeira etapa, os empreendimentos passarão por uma pré-avaliação. A lista dos selecionados será divulgada em maio no site do Consulado da Mulher (www.consuladodamulher.org.br);
       Em seguida, os projetos pré-selecionados receberão visita técnica para comprovar as informações apresentadas na primeira fase.
       Etapa final: No mês de julho, os 10 projetos selecionados e aprovados serão conhecidos por meio do site do Consulado da Mulher;
       A cerimônia de premiação para os contemplados acontecerá na cidade de São Paulo, com a participação de representantes dos empreendimentos premiados e representantes da entidades parceiras. As vencedoras também participarão de eventos de capacitação segundo a metodologia de Gestão de Empreendimentos Solidários do Instituto Consulado da Mulher.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

XVI CONGRESSO DA SOCIEDADE INTERNACIONAL DE ETNOBIOLOGIA

O XVI Congresso da Sociedade Internacional de Etnobiologia, em conjunto com o XII Simpósio Brasileiro de Etnobiologia e Etnoecologia, será...