CONSTRUINDO RELAÇÕES ÉTICA E SOLIDÁRIA ENTRE O CAMPO E CIDADE

Minha foto
A Rede Bragantina de Economia Solidária Artes & Sabores é constituída por 15 (quinze) empreendimentos associativos, atuantes em quatros municípios do Território Nordeste Paraense. Essa Rede tem como entidade de apoio e fomento, a Escola de Formação Para Jovens Agricultores de Comunidades Rurais Amazônicas - ECRAMA e o Centro de Estudos e Defesa do Negro do Pará – CEDENPA, que desenvolvem atividades de educação formal profissionalizante, educação não formal e continuada quanto ao Direitos Humanos, Econômicos, Sociais, Culturais e Ambientais. Esta organização trabalha com princípios e práticas da Economia Solidária, tendo como objetivo: DESENVOLVER E FOMENTAR AÇÕES COLETIVAS DE PRODUÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E CONSUMO CONSCIENTE, COM HOMENS E MULHERES DO CAMPO E DA CIDADE, VALORIZANDO OS SABERES E A CULTURA DOS POVOS DO BIOMA AMAZÔNICO.

SEGUIDORES

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

ENCONTRO DE AVALIAÇÃO 2015 & PLANEJAMENTO 2016



Os Empreendimentos Associativos da Rede Bragantina de Economia Solidária Artes & Sabores, e as entidades e apoio ECRAMA e CEDENPA, realizaram nos dias 23 e 24 de janeiro, grande Encontro de Avaliação da caminhada do ano 2015, e traçaram rumos para 2016, tendo a participação de 18 homens e 13 mulheres, entre adultos e jovens, dos 15  Empreendimentos da Economia Solidária – EES. Motivados pelo método VER,  JULGAR  e AGIR, refletimos e dialogamos coletivamente a LINHA DO TEMPO de cada Associação e Cooperativa e a construção do Associativismo em Rede de Economia Solidária; os avanços e recuos quanto a: gestão administrativa e financeira; participação de associados (as); identidade cultural; participação dos jovens; mobilizações e lutas no combate ao racismo, a violência, e o uso de drogas; a reutilizar ou reciclar materiais e produtos; incentivo a novos EES; e os desafios de trabalhar como Economia Solidária.
Os dois dias de trabalho encerrou-se com a eleição dos Conselheiros Representantes da Rede Bragatina para 2016, sendo eles: Dona Eliana da Associação Agrícoloa da Colônia de Sete Ilhas (Viseu); Ivanildo da Associação Quilombola da Mariana – AQUIMARI (Viseu) e como suplente o Sr. da Associação Quilombola dos Agricultores Familiares da Pimentera AQUAFAP (Santa Luzia do Pará). Os Empreendimento Associativo da Rede ficaram de escolher e apresentar dois representante de cada EES para representa-los na proxima reunião mensal, já agendada para o próximo dia 19 de Fevereiro

 FOTO DE GRUPO DOS REPRESENTANTES DOS 15 EES PARTICIPANTES



 APRESENTAÇÃO DA LINHA DO TEMPO DA REDE BRAGANTINA E SEUS EES



 MOMENTO DE MISTICA NO ENCONTRO



 CONSELHEIROS REPRESENTANTES DA REDE BRAGATINA ELEITOS PARA 2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

I MODULO CURSO AGROECOLOGIA E CIDADANIA 2019

De 18 a 22 de Março, a escola ECRAMA realizou o primeiro módulo do curso Agroecologia e Cidadania. Na IV edição deste curso, participam ...