CONSTRUINDO RELAÇÕES ÉTICA E SOLIDÁRIA ENTRE O CAMPO E CIDADE

Minha foto
A Rede Bragantina de Economia Solidária Artes & Sabores é constituída por 15 (quinze) empreendimentos associativos, atuantes em quatros municípios do Território Nordeste Paraense. Essa Rede tem como entidade de apoio e fomento, a Escola de Formação Para Jovens Agricultores de Comunidades Rurais Amazônicas - ECRAMA e o Centro de Estudos e Defesa do Negro do Pará – CEDENPA, que desenvolvem atividades de educação formal profissionalizante, educação não formal e continuada quanto ao Direitos Humanos, Econômicos, Sociais, Culturais e Ambientais. Esta organização trabalha com princípios e práticas da Economia Solidária, tendo como objetivo: DESENVOLVER E FOMENTAR AÇÕES COLETIVAS DE PRODUÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E CONSUMO CONSCIENTE, COM HOMENS E MULHERES DO CAMPO E DA CIDADE, VALORIZANDO OS SABERES E A CULTURA DOS POVOS DO BIOMA AMAZÔNICO.

SEGUIDORES

domingo, 17 de janeiro de 2016

ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA NA COOPERATIVA COOMAR



Aconteceu neste domingo 17 de Janeiro, assembleia Geral Extraordinária da Cooperativa Mista dos Agricultores entre os Rios Caeté e Gurupi - COOMAR, com a participação de 28 associados, e vários agricultores convidados, além de representantes do STR local.  
Vencida a crise administrativa que os associados enfrentaram nos últimos quatro ano, a COOMAR recuperou a credibilidade entre seus associados e clientela da população de Santa Luzia e da região, fechando seu balanço financeiro de com saldo positivo. Após o período de seis meses de preparação, ingressaram formalmente no quadro de associados, dois agricultores e duas associadas prestadoras de serviço.  Foi grande o interesse e o debate sobre
Sócias e esposas de sócios na assembleia COOMAR


Participantes da assembleia extraordinária

Apresentação de movimentação financeira, mensal e anual, na COOMAR


o Código Florestal, estimulando os agricultores e as agricultoras a pensar e planejar o uso dos agroecossistemas da propriedade familiar, que permitirá a diretoria e o conselho fiscal a planejar as ações da cooperativa a curto e médio prazo. Para tal, é grande a expectativa de iniciar em 2016 a implantação do projeto Frutos da Floresta, resultado da parceria da Rede Bragantina com o Instituto Marista de Solidariedade e financiado pelo BNDES.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

I MODULO CURSO AGROECOLOGIA E CIDADANIA 2019

De 18 a 22 de Março, a escola ECRAMA realizou o primeiro módulo do curso Agroecologia e Cidadania. Na IV edição deste curso, participam ...