CONSTRUINDO RELAÇÕES ÉTICA E SOLIDÁRIA ENTRE O CAMPO E CIDADE

Minha foto
A Rede Bragantina de Economia Solidária Artes & Sabores é constituída por 15 (quinze) empreendimentos associativos, atuantes em quatros municípios do Território Nordeste Paraense. Essa Rede tem como entidade de apoio e fomento, a Escola de Formação Para Jovens Agricultores de Comunidades Rurais Amazônicas - ECRAMA e o Centro de Estudos e Defesa do Negro do Pará – CEDENPA, que desenvolvem atividades de educação formal profissionalizante, educação não formal e continuada quanto ao Direitos Humanos, Econômicos, Sociais, Culturais e Ambientais. Esta organização trabalha com princípios e práticas da Economia Solidária, tendo como objetivo: DESENVOLVER E FOMENTAR AÇÕES COLETIVAS DE PRODUÇÃO, COMERCIALIZAÇÃO E CONSUMO CONSCIENTE, COM HOMENS E MULHERES DO CAMPO E DA CIDADE, VALORIZANDO OS SABERES E A CULTURA DOS POVOS DO BIOMA AMAZÔNICO.

SEGUIDORES

terça-feira, 16 de julho de 2013

I SEMANA MUNDIAL DO COMÉRCIO JUSTO E SOLIDÁRIO

Aconteceu no Rio de Janeiro no período de 27 a 31 de Maio.
Esta é uma estratégia de movimento social e econômico para construir uma alternativa ao mercado convencional nos países do SUL e do NORTE, orientados por valores éticos, sociais e ambientais, promovendo desenvolvimento sustentável das comunidades locais, trabalho digno para todas as pessoas, respeito e informação ao consumidor.
A Renata, representando a Rede Bragantina esteve presente neste evento, a convite do IMS.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

DESMATAMENTO NA BACIA DO XINGU DOBRA ENTRE MARÇO E ABRIL

A área desmatada na floresta amazônica que cerca a bacia do Rio Xingu  chegou a 12.342 hectares apenas em abril. O número é mais que o dob...